JBS inicia serviços com nova frota de caminhão movida a gás natural

Por Valdemar Medeiros/Click Petróleo e Gás-/

As subsidiárias da JBS, Friboi e Seara, deram início ao projeto piloto de caminhão movido a gás natural veicular, conhecido como GNV. Dessa maneira, a empresa JBS tem uma estimativa de que 15% de CO² seja reduzido, em comparação aos modelos de caminhão movidos a diesel. Por parte da Friboi, o caminhão se desloca diariamente entre a cidades de Andradina, Lins e São Paulo, enquanto pela Seara, o caminhão faz a seguinte rota, São Paulo até Duque de Caxias.

Anualmente, o caminhão movido a gás natural oferece uma redução de 7,6 toneladas de gases de efeito estufa, o que equivale a emissões geradas por 4 carros de passeio, ou até o suficiente para se dar uma volta ao redor do globo por meio de um veiculo de passeio. Segundo a JBS, o caminhão é 100% movido a gás natural, e possui oito cilindros de gás. Está sendo a primeira frota de caminhão do gênero a chegar ao Brasil.

No mês de maio, a Scania faz a entrega da primeira frota de caminhão movidos a gás natural e/ou biometano no Brasil. Esse caminhão em relação ao da JBS, tem seis cilindros de gás.

A JBS é a segunda maior companhia de alimentos do mundo e a maior de proteína animal. Com uma plataforma global diversificada por geografia e por tipos de produtos (aves, suínos, bovinos e ovinos), a Companhia conta com mais de 245 mil colaboradores, em unidades de produção e escritórios em todos os continentes, em países como Brasil, Estados Unidos, Canadá, Reino Unido, Austrália, China, entre outros – no Brasil são mais de 145 mil colaboradores, sendo a empresa uma das maiores empregadoras privadas do país.