IPTC lança calculadora do Piso Mínimo do Frete

Fonte: SETCESP-/

Transportadores rodoviários de cargas podem utilizar a ferramenta que possui as quatro tabelas da nova Resolução da ANTT

O IPTC (Instituto Paulista do Transporte de Carga), órgão vinculado ao SETCESP, lançou uma calculadora do Piso Mínimo de Frete para minimizar os erros de cálculo do frete e facilitar o dia a dia de trabalho dos transportadores rodoviários de cargas.

Coordenada e criada pelo diretor executivo do IPTC, Fernando Zingler, a ferramenta conta com as quatro tabelas da Portaria nº 399, publicada pela ANTT (Agência Nacional de Transportes Terrestres) no dia 3 de novembro. Essas tabelas são:

  • Tabela A diz respeito à Carga Lotação e inclui a contratação do conjunto cavalo mais carreto;
  • Tabela B diz respeito à Carga Lotação, mas apenas contratação do veículo automotor, sem implemento;
  • Tabela C trata de carro dedicado;
  • Tabela D trata também de operações dedicadas, mas com exclusividade na contratação do veículo.

A calculadora não inclui despesas administrativas, lucro e pedágios.

Para tirar qualquer dúvida sobre o cálculo do Piso Mínimo de Frete, entre em contato com a economista Raquel Serini, do departamento de Economia e Estatística do SETCESP, pelo e-mail economia@setcesp.org.br.

E caso você tenha dúvidas sobre como fazer a aplicação do Piso Mínimo de Frete, entre em contato com o departamento Jurídico do SETCESP pelo e-mail juridico@setcesp.org.br.