Venda de caminhões aumenta em 59% em MT, mas não dá para comemorar

Fonte: DA Editora-

O segmento de caminhões apresentou alta de 59,36% nas vendas em Mato Grosso em 2017 em comparação com 2016. Foram emplacados 1.906 novos veículos de janeiro a dezembro do ano passado ante 1.196 caminhões no ano anterior. Os dados são da Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave).
No Brasil o desempenho da venda de caminhões também seguiu em alta. Apesar de iniciar o ano de 2017 com mais de 30% de queda nas vendas (em janeiro e fevereiro), fechou com alta de 3,5% sobre 2016, de acordo com dados da Fenabrave. O avanço encerrou um período de 3 anos seguidos de quedas, e a produção nacional subiu 37%, ajudada também pelas exportações.
No entanto, os números são comparações com volumes baixos, que não eram registrados há cerca de 20 anos no país. As fábricas instaladas no Brasil ainda operam muito abaixo da capacidade. “Em caminhões, a ociosidade está perto de 75%”, aponta Antonio Megale, presidente da associação das montadoras de veículos (Anfavea).
Foram vendidos 52.069 caminhões no ano passado, contra 50.292 em 2016, que foi o pior ano para o setor desde 1996, que teve 42.134 licenciamentos novos. “Essa recuperação foi importante, mas o volume continua muito próximo a 2016”, afirmou Luiz Carlos de Moraes, vice-presidente de caminhões da Anfavea.
Tirando 2016, o desempenho do ano passado só foi melhor que o de 1999.
Para Sérgio Zonta, vice-presidente de caminhões da Fenabrave, o importante é que os empresários estão mostrando intenção de querer renovar a frota.
Realizado em outubro, o salão dos veículos de carga e transporte (Fenatran) deve continuar a influenciar positivamente os licenciamentos. “Vendas fechadas lá ainda serão entregues no primeiro trimestre do ano”, afirmou Moraes.
Vendas em 2017 caíram em MT
Greve do Detran, incertezas econômicas no agronegócio, achatamento do poder de compra dos consumidores, além de restrição ao crédito levaram a queda de 2,16% na venda de veículos 0 km em Mato Grosso comparado a 2016.
Dados da regional de Mato Grosso da Fenabrave apontam emplacamento de 73.486 veículos nos 12 meses de 2017, volume abaixo dos 75.108 verificados no ano de 2016.
O diretor da Fenabrave-MT, Paulo Boscolo, destaca que o setor de automóveis é o que mais chama a atenção por ter apresentado um crescimento de 9,36% em 2017 no Brasil comparado a 2016, enquanto em Mato Grosso foi zero. De acordo com os números divulgados pela Fenabrave-MT, no ano de 2017 Mato Grosso emplacou 26.903 veículos 0Km, enquanto no ano anterior haviam sido 27.113 unidades.
“Se em janeiro de 2017 a palavra de ordem era esperança, em 2018 é confiança. Sabemos que o primeiro trimestre do ano é fraco, mas a projeção é de retomada”, afirma Paulo Boscolo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.