Nível prata WCM coloca fábrica em Curitiba entre as melhores da CNH Industrial no mundo

World Class Manufacturing atesta alto padrão da unidade na qualidade da produção, segurança dos funcionários e eliminação do desperdício

A planta da CNH Industrial em Curitiba, no Paraná, conquistou o nível prata do World Class Manufacturing (WCM), um dos mais altos padrões da indústria de manufatura no mundo. A condecoração foi conferida com base na auditoria realizada nos dias 23 e 24 de junho e simboliza o comprometimento de todos os funcionários e colaboradores da unidade.

O WCM rege a integração entre a gestão da fábrica e os processos de produção visando questões como a segurança dos profissionais, a eliminação dos desperdícios e perdas, a sustentabilidade e a melhoria contínua. “O resultado da auditoria é fruto do trabalho duro do time nos últimos dois anos. Uma fábrica com nível prata significa para os clientes que eles terão produtos com uma qualidade ainda maior e mais agilidade na produção”, explica o diretor industrial da planta, Eduardo Domingues.

Com cerca de 2,1 mil funcionários, a fábrica tem aproximadamente 1,5 mil somente na área de manufatura. A unidade é uma das mais complexas da América Latina, pois é formada por quatro plantas, que produzem transmissão, tratores, colheitadeiras e plataformas de corte. É na unidade em Curitiba que o trator da Série 30 alcançou a marca de 60 mil unidades fabricadas e a consagrada colheitadeira da linha TC chegou a 35 mil unidades produzidas.

Seleto grupo

Das 64 fábricas da CNH Industrial no mundo, uma já levou o ouro (em Madri, Espanha) e 14 têm prata, sendo uma delas a de Curitiba. No Brasil, além dessa, as unidades de Sete Lagoas e Contagem, ambas em Minas Gerais, são prata.

Para Domingues, a conquista significa que a fábrica trabalha numa abordagem preventivo e proativo: “Ou seja, não espera acontecer um possível problema para tomar uma decisão, mas, sim, trabalha para evitá-lo. É muito importante destacar a organização do chão de fábrica e o envolvimento dos colaboradores”.

Além do WCM, a unidade é certificada pelo ISO 9.001 (gestão de qualidade), ISO 14.001 (gestão ambiental), OHSAS 18.001 (gestão de saúde e segurança ocupacional) e ISO 50.001 (eficiência energética). 

História da planta

Referência em tecnologia, sustentabilidade e produtividade, a fábrica completa 42 anos em 2017. Inaugurada em 25 de outubro de 1975, ela levou um ano e quatro meses para ficar pronta e foi a primeira a ser construída na Cidade Industrial de Curitiba (CIC). Antes da sua conclusão, na margem da BR-116, na capital paranaense, foi alugada a estrutura de uma antiga madeireira e iniciou a montagem então somente de colheitadeiras até a entrega da planta.

Com quase dois milhões de habitantes, Curitiba é a maior cidade da região sul do Brasil. Ela é a capital de um dos estados mais agrícolas do país.

Fonte:PG1Comunicação

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.