Fábrica de motores da FPT Industrial em Sete Lagoas conquista nível prata do World Class Manufacturing

Fábrica de motores da FPT Industrial em Sete Lagoas conquista nível prata do World Class Manufacturing

A fábrica de motores da FPT Industrial de Sete Lagoas (MG) atingiu, com sucesso, mais um marco histórico no caminho para o desenvolvimento de motores industriais líderes conforme os princípios do World Class Manufacturing (WCM). Após recente auditoria, a marca global de powertrain da CNH Industrial alcançou o nível prata do WCM por sua instalação brasileira.

Fundada em 2000, a planta mineira cresceu rapidamente e agora produz com uma qualidade ainda mais alta. Essa última conquista se equipara aos padrões de suas plantas-irmãs em Turim e Foggia, na Itália, e Bourbon-Lancy, na França. Sua área de 14 mil metros quadrados inclui locais de fabricação de produtos das famílias de motores F1, NEF e S8000. A planta emprega cerca de 270 funcionários e exporta para os mercados nacional e internacional.

O WCM é um dos mais elevados padrões da indústria de fabricação global para o gerenciamento integrado de fábricas e processos de produção. É um sistema estruturado em pilares com base na melhoria contínua, projetado para eliminar os desperdícios e as perdas no processo de produção através da identificação de objetivos, tais como zero acidentes, zero defeitos, zero avarias e zero desperdício. Para certificar as melhorias, utiliza-se um sistema de auditorias periódicas que gera uma pontuação global de cada planta, a qual serve como base para os três níveis de desempenho: Ouro, Prata e Bronze.

A planta de Sete Lagoas teve uma pontuação alta em várias categorias diferentes estabelecidas pelo WCM, como a motivação dos funcionários, a manutenção profissional, a segurança, o nível de detalhe e o nível de expansão.

A CNH Industrial tem seis unidades de produção e três centros de P&D no Brasil. Suas instalações são especializadas na fabricação de uma série de produtos diferentes, de colheitadeiras e tratores agrícolas a colhedoras de cana, veículos comerciais leves e pesados, veículos de defesa e equipamentos de construção.

Fonte:Assessoria Iveco MM Editorial

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.