Caminhões resistem no fundo do poço

Posto Faisao Pedra Azul MGVendas em agosto seguem em profunda retração, que chega a 30,6% no ano

A depressão do mercado brasileiro de veículos comerciais pesados parece não ter fim. Após pequeno sopro de aquecimento em julho, quando as vendas de caminhões avançaram 11% sobre junho e as de ônibus tinham subido 62,6%, em agosto os negócios voltaram a despencar. No mês passado foram emplacados no País somente 4.385 caminhões e 1.415 ônibus, números que representam quedas de 6,3% e 27,4% sobre julho, respectivamente, segundo números do Registro Nacional de Veículos Automotores (Renavam) divulgados na quinta-feira, 1º, pela Fenabrave, a associação dos concessionários.

– Veja aqui os números completos divulgados pela Fenabrave

O desempenho do segmento permanece no fundo do poço. Na comparação com agosto do ano passado, a queda nas vendas de caminhões é de quase 25% e a retração dos ônibus chega a 11%.

Nos oito meses somados de 2016 foram emplacados 34,5 mil caminhões, volume 30,6% abaixo do registrado no mesmo período de 2015.

A contração no segmento de ônibus no acumulado do ano é um pouco mais profunda, de 31,3%, com 10,3 mil emplacamentos de janeiro a agosto.

Fonte: AutomotiveBusiness

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.